O Governo português condena o lançamento de um míssil balístico a partir de um submarino, realizado pela República Popular Democrática da Coreia, que constitui mais uma violação das obrigações internacionais definidas em diversas Resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e agrava as tensões já existentes na Península Coreana.

O Governo português apela a que seja posto termo a estas ações, que podem prejudicar a paz e a estabilidade regionais, e exorta a Coreia do Norte a retomar o diálogo com a comunidade internacional.

Lisboa, 26 de agosto de 2016