O Governo português condena o lançamento, utilizando tecnologia míssil balística, realizado pela República Democrática Popular da Coreia, por consubstanciar uma violação das obrigações internacionais definidas em diversas Resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas e por agravar as tensões já existentes na Península Coreana.

O Governo português apela à Coreia do Norte a pôr termo a todas as ações e programas desta natureza, por serem prejudiciais à paz e estabilidade regional, e a retomar com urgência o diálogo com a comunidade internacional.

Lisboa, 8 de fevereiro de 2016