O Governo português condena o teste nuclear realizado esta manhã pela República Popular Democrática da Coreia, o quinto ensaio desde 2006 e o segundo deste ano, constituindo mais uma flagrante violação das suas obrigações, decorrentes de várias resoluções do Conselho de Segurança da ONU, e comprometendo a segurança regional e internacional. O Governo português exorta a Coreia do Norte a retomar um diálogo sério com a comunidade internacional no sentido de um abandono irreversível e verificável do seu programa nuclear, que ameaça de forma evidente a paz e a estabilidade.

Lisboa, 9 de setembro de 2016