O Governo português acompanha com atenção as notícias sobre a recente tentativa de subversão da ordem constitucional em São Tomé e Príncipe. Portugal condena sem ambiguidades qualquer tentativa de subverter as instituições democráticas e relembra que as alternâncias governativas se devem processar no pleno respeito pela Constituição, leis fundamentais e processos democráticos do país a que dizem respeito. Cabe às autoridades de São Tomé e Príncipe conduzir as necessárias investigações e apurar responsabilidades.

O Governo português confia que as firmes credenciais democráticas de SãoTomé e Príncipe continuarão a ser respeitadas e reforçadas por todos os santomenses, num espírito de diálogo e abertura, e reitera o seu forte empenho na cooperação com São Tomé e Príncipe, tanto no plano bilateral como multilateral.