O Governo português condena veementemente o ataque armado ocorrido na noite de 22 de novembro na aldeia de Chikaua, província de Cabo Delgado, que vitimou mortalmente nove pessoas, deixando ainda um rasto de destruição naquela remota localidade.

Portugal manifesta a sua total solidariedade para com as autoridades e povo moçambicano e endereça às famílias das vítimas as suas mais sinceras condolências.

O Governo português reconhece ainda o esforço levado a cabo pelas autoridades moçambicanas no sentido de responsabilizar e punir os autores deste e de outros ataques mortais que têm assolado a província de Cabo Delgado desde outubro de 2017, vitimando populações vulneráveis e indefesas.

Lisboa, 24 de novembro de 2018