O Governo português manifesta  a sua séria preocupação com os graves incidentes ocorridos entre navios russos e ucranianos no estreito de Kerch, que liga o Mar Negro ao Mar de Azov.

O Governo português reafirma o seu apoio à soberania e integridade territorial da Ucrânia. O Governo português apela à contenção de todas as partes envolvidas, à restituição imediata à Ucrânia dos navios apreendidos, bem como ao desbloqueio da passagem marítima no estreito de Kerch.

Lisboa, 26 de novembro de 2018