O Governo português condena veementemente os ataques terroristas deste fim de semana no Mali que vitimaram dois soldados egípcios da Missão Multidimensional das Nações Unidas para o Mali (MINUSMA) e que atingiram uma coluna das Forças Armadas malianas.  

Expressando profundas condolências às famílias enlutadas, o Governo português manifesta também a sua solidariedade para com as Nações Unidas e os Governos do Mali e do Egito, este último um dos principais contribuintes da MINUSMA.

O Governo português reitera igualmente o seu o seu apoio aos esforços internacionais de combate ao terrorismo no Mali e em toda a região do Sahel.

Lisboa, 15 de junho de 2020

  • Partilhe