Os boletins de voto para a realização da segunda volta das Eleições Presidenciais de 2019 da República da Guiné-Bissau chegaram hoje às 15h30, num voo civil fretado pelo Estado português.

À semelhança da primeira volta das Eleições Presidenciais e das Eleições Legislativas de março passado, o apoio de Portugal inclui boletins de voto, atas constitutivas, atas síntese, atas de apuramento, listas próprias dos votantes, folhas de descarga dos votos obtidos e folhas de descarga por género.

A este apoio Portugal juntará ainda uma contribuição adicional de cem mil euros. Ambas as contribuições se inserem nos esforços internacionais que têm vindo a ser realizados pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Portugal espera que a segunda volta das Eleições Presidenciais do próximo dia 29 de dezembro possa decorrer com o elevado civismo, sentido de responsabilidade, maturidade democrática e conformidade com os padrões internacionais que marcaram os outros dois atos eleitorais que tiveram lugar durante 2019. Portugal reitera a importância do respeito pela Constituição da República da Guiné-Bissau e da estabilidade política do País.

Lisboa, 14 de dezembro de 2019

  • Partilhe