O Governo português tomou nota com apreensão da notícia sobre a detenção do Secretário-Geral da Convergência para a Democracia Social da Guiné Equatorial, Andrés Esono Ondo, no dia 11 de Abril, no Chade.

O Governo português apela a um esclarecimento cabal da presente situação e reitera a importância de serem observados a legalidade e o princípio do Estado de Direito.

Nota ainda, com preocupação, recentes episódios indiciadores de limitação das liberdades políticas envolvendo figuras da Oposição equato-guineense.

Lisboa, 13 de abril de 2019

  • Partilhe