Portugal vai contribuir com uma verba extraordinária de 150 mil EUR para o Programa Alimentar Mundial (PAM), especificamente endossada à intervenção em Timor-Leste, de forma a garantir a continuidade das missões humanitárias de transporte aéreo, material de saúde e deslocações de pessoas, numa altura em que os voos comerciais continuam interrompidos por causa da crise pandémica. Esta contribuição integra o conjunto de medidas que Portugal está a desenvolver com vista à mitigação dos efeitos da COVID-19 em países mais vulneráveis.

O PAM é uma organização das Nações Unidas que atua no combate à fome e na promoção da segurança alimentar a nível global, tendo sido recentemente galardoado com o Prémio Nobel da Paz.

 

Lisboa, 16 de novembro de 2020

  • Partilhe