O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, afirmou que as autoridades da Córsega mostraram abertura e disponibilidade para integrar o português “como língua viva nas escolas do primeiro ciclo”, no final de uma visita ao sul de França e à Córsega, que decorreu entre os dias 11 e 14 de maio.

Sublinhando que esta proposta foi acolhida “com uma vontade muito clara”, o governante acrescentou: “A partir do momento em que essa integração ocorra, considerar-se-á automaticamente reconhecida a língua portuguesa no nível secundário”.

José Luís Carneiro reuniu-se ainda com representantes da comunidade na Córsega, composta por cerca de 20 mil portugueses, e com responsáveis da autarquia: “As instituições mostraram vontade para apoiar a integração dos portugueses nas suas estruturas institucionais e de financiarem os seus esforços, bem como a promoção da cultura e da língua portuguesa”, referiu.

SECP corsega maio 2018

Inauguração da Cátedra Eduardo Lourenço

O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas realçou também “o momento extraordinariamente especial que foi a inauguração da Cátedra Português Eduardo Lourenço”, na Universidade Aix-Marseille, em Provença, no qual marcou presença o presidente do Instituto Camões, Luís Faro Ramos.

“A abertura da cátedra ilustra o reconhecimento das autoridades universitárias àquele que é um dos maiores pensadores portugueses da identidade lusófona e europeia, e que teve parte da vida ligada à universidade de Nice”, disse José Luís Carneiro.

SECP Catedra Eduardo Lourenço França2018

Da agenda do Secretário de Estado constou ainda, no âmbito da Gala Anual da Câmara de Comércio e Indústria Franco-Portuguesa, um encontro com empresários portugueses, investidores no sul de França nas áreas do imobiliário, agroalimentar, novas tecnologias e hotelaria.

José Luís Carneiro participou também na inauguração de um memorial aos soldados portugueses vitimados na I Guerra Mundial, em Beausoleil.

Nesta visita o governante esteve acompanhado pelo Embaixador de Portugal em França, Jorge Torres Pereira, pelo Cônsul-Geral de Portugal em Marselha, Pedro Marinho da Costa, e pelos Cônsules Honorários de Portugal em Nice e na Córsega, respetivamente Joaquim Pires e Jeanne Pantalacci.

SECP Catedra Eduardo Lourenço França maio 2018