O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, desloca-se a Bruxelas, no dia 28 de maio, para participar no Conselho de Negócios Estrangeiros da União Europeia (CNE). 

Esta reunião inicia-se com uma troca de pontos de vista sobre assuntos da atualidade internacional, nomeadamente sobre os resultados da Cimeira UE-Balcãs, ocorrida em Sófia, a 17 de maio; da Conferência sobre a Parceria Internacional contra a Impunidade no Uso de Armas Químicas, que decorreu em Paris, a 18 de maio; e da reunião entre a Comissão Europeia e a União Africana, a 23 de maio; bem como sobre os últimos desenvolvimentos relacionados com a Coreia do Norte e a situação no Iémen. 

A Agenda do Conselho prossegue com o debate acerca dos últimos desenvolvimentos no Irão, na Venezuela e na República Democrática do Congo. 

Os Ministros dos Negócios Estrangeiros da UE terão também um almoço de trabalho dedicado à situação em Gaza, após o qual será debatida a futura relação da UE com os países de África, Caraíbas e Pacífico (UE-ACP), pós-Cotonou. 

Por sua iniciativa, o Ministro dos Negócios Estrangeiros fará uma intervenção sobre o Magrebe, propondo a edificação de uma relação estruturada da UE com Marrocos, Mauritânia, Argélia, Tunísia e Líbia, através de uma abordagem integrada a esta região vizinha. 

À margem do CNE, o Ministro dos Negócios Estrangeiros terá ainda uma reunião bilateral com o seu homólogo da Antiga República Jugoslava da Macedónia, Nikola Dimitrov, onde serão abordados temas da agenda europeia e internacional.