Portugal participa este ano, pela quarta vez consecutiva, na Feira do Livro de Leipzig, com um programa de leituras a começar na noite de 20 de março e que se estende até sábado, dia 23.

São convidados desta edição os autores Afonso Cruz, Ana Margarida de Carvalho, Joana Bértholo e Valério Romão, além dos poetas João Luís Barreto Guimarães, e a repetente Raquel Nobre Guerra, que este ano verá publicada a sua primeira edição alemã. Presente, a convite da editora Leipziger Literaturverlag, que apresenta na feira uma edição bilingue do autor, o poeta Luís Castro Mendes. Integram igualmente o programa literário os autores moçambicanos Lucílio Manjate e Mbate Pedro e, ainda, José Eduardo Agualusa, nome maior da literatura luso-angolana.

Como novidades, em 2019, assinalam-se uma conversa entre editores, onde se discutirão as diferenças do trabalho de edição na Alemanha, Suíça, Moçambique e Portugal - aqui, pela voz de Zeferino Coelho, um dos maiores editores da literatura lusófona que este ano comemora 50 anos de carreira; e a participação no programa oficial de literatura infanto-juvenil.

Está também reservada para o primeiro dia da Feira, 21 de março, uma sessão sobre o projeto “Portugal País Convidado de Honra da Feira do Livro de Leipzig 2021”, que inclui o lançamento da 2ª edição do Jornal de Letras em alemão e, ainda, a apresentação pública do Programa Especial de Apoio à Tradução e Edição, promovido pelo Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas (DGLAB). No stand nacional, estarão disponíveis mais de 300 títulos de literatura de língua portuguesa, em edições portuguesas e alemãs.

A presença da literatura de língua portuguesa nesta edição da Feira do Livro de Leipzig resulta da parceria entre o Ministério dos Negócios Estrangeiros, através do Camões – Instituto da Cooperação e da Língua e da AICEP, com o Ministério da Cultura, representado pela Direção-Geral do Livro, dos Arquivos e das Bibliotecas, o Turismo de Portugal, a Embaixada de Portugal na Alemanha, o Camões – Centro Cultural Português em Berlim, o Ministério da Cultura e do Turismo de Moçambique, a Fundação Calouste Gulbenkian, a Casa Fernando Pessoa e a editora C.H. BECK.

A Feira do Livro de Leipzig é a segunda maior feira do livro da Alemanha, uma das maiores da Europa e o mais importante ponto de encontro do início do ano para o setor editorial e de comunicação social. Assume-se como uma feira para leitores, autores e editoras, onde são apresentados os novos lançamentos editoriais e discutidos temas da atualidade. Pela sua última edição passaram 271.000 visitantes, houve mais de 2.600 expositores e cerca de 3.400 leituras no evento Leipzig Lê que decorre em paralelo.

  • Partilhe