O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, assinou o Memorando de Entendimento para Férias com Trabalho com a Nova Zelândia. O acordo permitirá que anualmente 50 jovens portugueses, com idades entre os 18 e os 30 anos, tenham acesso a vistos com a duração de um ano para aquele país (Working Holiday Visas). Neste período poderão estudar e trabalhar. Este acordo foi rubricado a 6 de março, num encontro com o Ministro da Emigração, Iain Lees-Galloway, e com a Ministra do Multiculturalismo Jenny Salesa.

Acordo NZ PT

Portugal esteve representado pelo Embaixador não residente na Nova Zelândia, Paulo Cunha Alves, pelo Presidente do Camões, Luís Faro Ramos, e pelo Cônsul-Geral de Portugal em Sidney, Paulo Domingues.

“Este acordo é de grande importância porque irá permitir que os nossos jovens expandam os seus horizontes e adquiram experiência valiosa num mundo crescentemente global”, observou José Luís Carneiro.

O acordo deverá entrar em vigor a 20 de março e é o sexto acordo do género que Portugal assina, após a realização de entendimentos com Chile, Argentina, Austrália, Japão e Coreia do Sul.

O acordo prevê reciprocidade, podendo os jovens neozelandeses candidatarem-se para vistos de 12 meses para Portugal.

acordo SECP NZ PT

Após a assinatura do acordo, a comitiva reuniu com membros da comunidade portuguesa em Auckland, num encontro organizado pelo Cônsul Honorário, Daniel Silva.

comunidade portuguesa Auckland SECP