O Secretário de Estado das Comunidades Portuguesas, José Luís Carneiro, congratulou-se com a mensagem de confiança em Portugal manifestada por quem mostra vontade de regressar ao país. O governante falava, a 17 de janeiro, na conferência internacional "Portugal e os Jovens Qualificados da Diáspora", realizada na Fundação AEP, em Leça da Palmeira, no âmbito do projeto “Empreender 2020 – Regresso de uma Geração Preparada”.

Segundo um estudo realizado no âmbito daquele projeto, 70% dos jovens portugueses qualificados e emigrados nos últimos anos desejam regressar ao país.

O Secretário de Estado referiu o facto “de os portugueses no mundo, em particular os mais jovens, contribuírem com a sua inteligência, sensibilidade, conhecimento e espírito de inovação para a internacionalização do país e, ao mesmo tempo, para a ligação do mundo global às suas terras de origem. Estão para o séc. XXI como os navegadores estiveram para o Portugal dos sécs. XV e XVI”.

SECP conferencia

O governante participou na sessão de abertura daquela conferência internacional, onde foi apresentada uma plataforma online que pretende cruzar empresas que queiram contratar portugueses qualificados que vivem no estrangeiro e cidadãos nestas condições que desejem regressar ao país. Foi ainda apresentado no evento o “Modelo Prospetivo de Desenvolvimento – Regresso de uma Geração Preparada”.

José Luís Carneiro considerou importante o facto de este projeto proporcionar o desenvolvimento de experiências de internacionalização de micro, pequenas e médias empresas nacionais a partir das redes presentes nas comunidades portuguesas, nomeadamente dos jovens empreendedores.

O projeto “Empreender 2020 – Regresso de uma Geração Preparada” resultou de uma iniciativa da Fundação AEP, cofinanciada pelo Compete 2020, e teve o apoio do Governo de Portugal.

A sessão contou com a presença do presidente da Fundação AEP, Paulo Nunes de Almeida, da coordenadora do Gabinete de Apoio ao Investidor da Diáspora, Luísa Pais Lowe, de representantes dos setores empresarial e académico e de elementos das redes de investigadores e pós-graduados portugueses na Alemanha, França, Reino Unido, Bélgica e Luxemburgo.

SECP empreender 2020