A Secretária de Estado dos Negócios Estrangeiros e da Cooperação, Teresa Ribeiro, defendeu que a organização G7+, que inaugurou no dia 20 de junho a sua delegação europeia em Lisboa, é “um exemplo” para a comunidade internacional, que “está cada vez mais esquecida das virtudes do multilateralismo”.

Teresa Ribeiro G7 Lisboa

“A mensagem deste grupo, que reúne um conjunto muito assinalável de países, (…) é também um exemplo para a comunidade internacional, que hoje está cada vez mais esquecida das virtudes do multilateralismo”, declarou Teresa Ribeiro, na cerimónia de inauguração, em Lisboa, da delegação europeia do G7+, organização intergovernamental que reúne 20 países em situação de conflito ou fragilidade.

Os Estados-membros, acrescentou, “terão um diálogo constante, uma permanente interação, (…) beneficiando da experiência uns dos outros”.

Na sua intervenção, a governante salientou que a escolha de Lisboa demonstra “a centralidade geográfica” da capital portuguesa, mas sobretudo destaca o “firme compromisso” de Portugal com o “multilateralismo e com um constante e renovado empenho com os direitos humanos”.

“Este grupo de países quer, em conjunto, enfrentar desafios – e são muitos os que hoje se deparam -, que são ultrapassáveis, desde que haja cooperação, troca de experiências e capacidade de se tornarem resilientes”.

Criada em 2010 e com sede em Díli, Timor-Leste, a organização G7+ conta atualmente com 20 países membros, sendo a sua missão apoiar os que se encontram em situação de fragilidade e de pós-conflito.

SENEC inauguracao G7

Teresa Ribeiro inauguração G7

Texto: Lusa/MNE